Ho’ponopono: uma Oração de Cura

Ao longo de nossas vidas acumulamos diversas memórias que colam-se à nossa mente subconsciente, deixando-se lá serem esquecidas pelo tempo. Por vezes, algumas emergem no solo racional da mente consciente e incutem em nós sentimentos positivos ou negativos, tais como, alegria, medo, arrependimento, felicidade, tristeza ou culpa. A culpa, eu diria, é uma das sensações mais recorrentes durante o processo de memoração e isto, porque os seres humanos estão muito habituados a mais recordarem daquilo que os traz dor, sofrimento e tristeza.

Ao emergir uma memória de dor não sabemos ao certo como lidar com um afeto que, apesar de antigo ou mesmo “esquecido”, faz-se tão profundamente presente em modo de recordação. Os sentimentos emergem em ebulição e por não sabermos conciliá-los e externá-los, os ocultamos e jogamos a memória dolorida novamente para a mente subconsciente. O fato é que todos os sentimentos relacionados com esta memória permanecem entrelaçados firmemente a ela, e enquanto não o limparmos, talvez, repetiremos ações que vão desencadear acontecimentos semelhantes à aquela memória dolorida. Assim, entraremos em um processo cíclico e sem compreensão.

Muitas pessoas buscam no acolhimento da terapia a compreensão de suas respetivas memórias de dor, no entanto, para aquelas que desejam outras alternativas, a oração de cura Havaiana Ho’ponopono se faz excelente e tem por finalidade libertar todas as memórias de dor, escassez e sofrimento, através de palavras demasiadamente simples:

“Sinto Muito, Por Favor, Me Perdoe, Eu Te Amo, Sou Grata”.

Segundo o livro “O grande livro do Ho’oponopono: Sabedoria havaiana de cura” dos autores Jean Graciet, Luc Bodin e Nathalia Bodin, o Ho’ponopono trata-se também de uma limpeza espiritual e mental de tudo aquilo que possa ser obstáculo em sua vida e que fortalece a paciência, a autoconfiança, a gratidão e o amor pelos outros e por nós mesmos. Esta prática quotidiana libertará você progressivamente das suas memórias de dor, ajudando-o a descobrir, ao longo da sua evolução, o seu “tesouro” interior e o ser de luz que você realmente é. Portanto, se deseja uma cura interior e libertação dos inúmeros afetos densos e negativos guardados em sua mente e coração, fortaleça-se nas palavras divinas e curativas do Ho’oponopono.

Catarina Muniz

Licenciada em Psicologia, Mestre em Psiquiatria Social e Cultural e atualmente Doutoranda em Estudos Feministas pela Universidade de Coimbra. Sou apaixonada desde os 16 anos pelos mistérios quânticos da Lei da Atração, a qual conheci através do Livro e Documentário “O Segredo” de Rhonda Byrne. A partir deste momento, estudei Joseph Murphy e sua teoria sobre O Poder do Subconsciente e percebi que compreender a interação entre o Universo e nós me fazia sentir uma paixão profunda, de modo que há um ano retornei intensamente aos estudos da Física Quântica e da Espiritualidade. Mergulhei em novas e instigantes leituras, as quais me fizeram perceber que o poder está em nós e que somos cocriadores da nossa realidade a todo o tempo, pois estamos em um emaranhado quântico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Compart.
Twittar
Compartilhar
Compartilhar
Pin