Gratidão VS Agradecer

A gratidão e o ato de agradecer estão a tornar-se muito banais. Estão muito semelhantes pois as pessoas não sabem o seu verdadeiro significado nem definição. É-se grato(a) por tudo e não se agradece nada. A gratidão é um estado de espírito. O ato de pronunciar obrigado(a) é uma forma de nos sentirmos agradecidos.

Compartilhar nas Redes Sociais:

Tempo de Leitura: 2 minutos

Nos dias de hoje o conceito de gratidão e o ato de agradecer: o falar obrigado(a) está-se a baralhar muito. Tornando ambos os conceitos deveras triviais.

Aliás, a maior parte das pessoas nem sabe a diferença e nem sequer o significado de gratidão e agradecer. Sentem-se gratas por tudo e por nada. E não agradecem a nada. Claro que sei que cada pessoa é um caso. Cada pessoa tem as suas múltiplas emoções e reações fruto da sociedade onde está inserida. Só que a empregarem, assim, a gratidão e o agradecimento transforma-se em algo comum. Arruinando a sua etnicidade, sentimento e energia.

A gratidão exprime um sentimento ou uma emoção. Sai da nossa alma… essência… do nosso: EU.

Quando se pronuncia: estou grato(a) estamos a entrar num estado de espírito… numa vibração melhor. E quem está grato(a) refere-se a condições tanto positivas como negativas. Ou seja, somos gratos(as) a todas as situações vulneráveis que nos ocorrem. Para ter gratidão na nossa alma… essência… EU. É preciso realmente sentir gratidão por tudo.

O ato de agradecer: o pronunciar a palavra obrigado(a) refere-se a uma obrigação ou a um favor que nos prestam ou que nós prestamos. O agradecimento é a forma de nós agradecermos a alguém.

Tanto a gratidão como o agradecimento são duas fontes positivas no universo e se forem mal aplicadas ficam bloqueadas no ego. É importante utilizá-las… Mas aplicá-las bem.

Recomendo que sejam gratos(as) a todos os momentos da vossa vida e agradecem todos os favores ou obrigações que peçam ou que vos peçam. Só assim se é realmente grato(a).

Estou grata a todas as situações que me ocorreram na vida: as que me deixam vulnerável e às que em encantam a alma. Sem elas, não conseguiria evoluir no meu plano.

Agradeço a todos(as) que acompanham este projeto e o seguem.

Sobre o autor | Website

Licenciada em Ciências Sociais - Minor em Serviço Social pela Universidade Aberta. Mestranda em Serviço Social na Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Coimbra. Em descoberta do meu EU Superior. Formação em Terapias Holísticas: Reiki USui Shiki Ryoho - Nível III, Curso de Meditação - Praticante I e Formação de Instrutora de Yoga para Grávidas e Seniores.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!