Encontrar a Paz em Mim

Consegues encontrar a paz em ti, quando te consegues conectar com o teu coração, quando o percebes aí, no teu peito, a pulsar vida para ti. 

A verdadeira Paz, Serenidade e Harmonia se inicia quando te permites dar voz ao teu coração, ao teu Sentir. 

Para te perceberes, precisas te conhecer. Estares consciente dos princípios e valores que regem a tua vida, a tua existência, para agires em congruência. Precisas conhecer as tuas sombras para quando perceberes que estão a emergir, “levares luz” a tempo e escolheres alterar o teu comportamento mediante ela, exemplo:  se és muito crítico e essas críticas são algo que te causa perturbações nas tuas relações e é algo que já te incomoda, é preciso reconheceres e estares atento, para escolheres ter uma atitude diferente aquando do aparecimento desta sombra. 

Encontrar a Paz em ti é desenvolveres a capacidade de “ouvir o teu coração”, de sentir o que ele precisa, o que é para fazer e se deixar guiar. 

Encontrar a paz é perceberes que tudo está exatamente como deve estar, tudo segue o propósito divino, é aceitares a vida como ela se apresenta e fazeres a tua parte para modificares o que sentires ser para modificar, que serve para a teu aprendizado enquanto alma em evolução. É permitires seguir o fluxo da vida conectado com o teu momento presente, sem a preocupação e a ansiedade de um futuro e sem muitos porquês. 

Manteres a tua Paz significa estares atento e consciente de ti, do que está á tua volta, da forma como percebes o mundo e o sentes no teu interior (emocional), é tomares consciência que ninguém pode nada contra ti, que só tu próprio te podes maltratar ou fazer mal, através do teu diálogo interno (pensamentos repetitivos), é entenderes que os outros nos servem como espelhos, para que seja refletido através deles, os aspetos, ou as emoções não aceites por mim e que de alguma forma preciso ajustar em mim.  

É preciso saber parar a ansiedade e a impulsividade a tempo quando ela se manifesta, de que forma? Respira fundo, sente o bater do teu coração, percebe o lugar onde estás e que aqui e agora nada está a acontecer, está tudo sereno, no teu coração e acalma.  

Estar em paz é também reconhecer as nossas emoções, aceitá-las, amá-las e deixar ir aquilo que não me serve mais.  

Desafio-te a perceberes quais são as situações, pessoas ou circunstâncias que achas que tiram a tua Paz e a elevares a tua Consciência, para entender que és tu próprio o responsável por tirares essa Paz de ti. Simplesmente porque o Sentir é teu e não de nada e nem do outro, e se é teu, só TU podes escolher, manter a visão do externo e o conflito interno ou, olhar a situação por uma nova perspetiva, perspetiva essa de aprendizado e crescimento evolutivo. Escolheres a Paz em Conexão com o teu Coração.  

Em suma: Expressa o que está no teu Coração, pois as emoções reprimidas, são a principal causa de conflitos internos e desentendimentos externos. Diz que amas, quando amas. Diz que te magoa, se magoou. Assume-te com coragem e aceita a tua verdade, aquilo que acreditas e estarás em Paz, sem a necessidade de provar alguma coisa para alguém ou de obter validação e reconhecimento. PERMITE-TE SER APENAS!

Manteres-te em Paz, sempre será uma opção de escolha.

Marisa Patrocínio

Terapeuta de Desenvolvimento Humano e Coach na Vertente Psicológica. Acredito que todos nós dispomos de uma força interior motivadora, capaz de gerar uma transformação completa na nossa forma de estar na vida. Num momento de grande sofrimento interno, em que me perdi de mim mesma, fiz uso dessa força e encontrei o amor-próprio, o equilíbrio emocional, a paz de espírito e a harmonia comigo e com os outros. EU CONSEGUI, TU CONSEGUES!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Compart.
Twittar
Compartilhar
Compartilhar
Pin