Crie a sua Realidade a partir do Poder da sua Mente: Consciência VS Subconsciência

Este artigo tem por objetivo apresentar as diferenças entre a Consciência e a Subconsciência, compreendendo como podemos criar a nossa realidade de acordo com nossos desejos e objetivos.

Compartilhar nas Redes Sociais:

Tempo de Leitura: 5 minutos

Como é a sua realidade? Em algum momento de sua vida, tal indagação já passou pelo os seus pensamentos? A sua atual realidade é satisfatória para si? A mente humana está condicionada a trabalhar ininterruptamente, como um carro sem freios e impossível de ser parado. Nossos pensamentos, positivos e negativos, entrelaçam-se em um um emaranhado difícil de ser desfeito e, muito menos evitado. Por vezes, já refletiu que os nossos pensamentos parecem ter vida própria? É como se colidissem-se como as milhões de sinapses incontroláveis do nosso sistema neurológico, até o momento em que nos damos contas de alguns “pensamentos absurdos” que entrecruzam-se entre si e ai resolvemos dedicar um pouco de atenção ao que estamos a pensar.

O que gostaria de fazer para tornar sua vida mais agradável, ou mesmo, mais fluída? Neste exato momento, do que está consciente de ser? O professor inglês e grande mestre dos ensinamentos da Lei da Atração, Neville Goddard1)Neville Goddard – O Sentimento é o Segredo (2016). Disponível em: https://amzn.to/3dpomOx, certo dia afirmara que “somos tudo aquilo que estamos conscientes de ser”, ou seja, em outras palavras, a nossa realidade é produto das crenças da nossa Consciência (mas também da Subconsciência). Para Neville, se você está consciente de ser rico e tem esta crença fixa em seu interior, é isto o que manifestará em sua realidade física, no entanto, se está consciente de ser pobre, é pobreza o que manifestará. Assim, todos os estados conscientes são manifestados no físico independentes de serem positivos ou não, e por isso, é tão importante estarmos atentos aos nossos pensamentos.

A consciência vem do verbo “conscientizar-se”. É estar a alerta aos nossos pensamentos, sentimentos e emoções. É, de fato, estar consciente/ciente de alguma coisa. Quando alguém nos pergunta “Você não tem consciência do erro que cometeu?” Estão a perguntar-nos se não estamos cientes de algum erro ou gravidade cometidos por nós, logo, a Consciência é a instância responsável não somente pelos nossos pensamentos, sentimentos e emoções, mas também pela capacidade de estarmos cientes de nossas ações, erros, acertos, afetos, desejos e memórias. A Consciência nos direciona cotidianamente e nos faz perceber a nossa realidade, deste modo, quanto mais confiança temos em um estado de consciência positivo, mais a nossa realidade física fluirá positivamente.

Por outro lado, a Subconsciência seria uma instância mental secundária, mas não menos importante, à Consciência e que guarda as inúmeras crenças que absorvemos ao longo de nossas vidas. Em 1963, o Doutor em Psicologia Joseph Murphy2)Joseph Murphy – O Poder do Subconsciente (1963). Disponível em: https://amzn.to/2Ue5Cdj publicou o livro “O Poder do Subconsciente”, onde teoriza que a mente-subconsciente ao aceitar qualquer ideia advinda da Consciência começa imediatamente a colocá-la em prática. O Subconsciente aceita tudo o que a Consciência toma como verdadeiro, não fazendo, inclusive, distinção entre o que é fisicamente real ou  não. Desta maneira, para o autor, uma vez que o sujeito passa a crer com fé e sentimento em crenças novas e positivas, começa a gozar de uma vida fluída e positiva, de acordo com os pensamentos novos adotados. Murphy afirma:

 Tudo o que você tem a fazer é unir-se mental e emocionalmente a tudo de bom que deseja personificar. E os poderes de seu subconsciente responderão de conformidade com isso! Comece hoje, agora, deixe que ocorram maravilhas em sua vida! Persista, persista até que raie um novo dia e as sombras se dissipem.

Analisando as palavras de Murphy, as novas crenças desejadas por nós indivíduos devem ser mergulhadas de um elemento fundamental além da fé: a emoção ou sentimento. Para ele, é através dos sentimentos que as novas crenças adotadas pelo subconsciente se tornam mais fortes e consequentemente se manifestam mais rápido no mundo físico. Neville Goddard faz concordância com a teoria de Murphy quando comenta – “o sentimento é o segredo”. Assim, uma crença enviada com muita fé e sentimentos positivos, se torna tão real quanto a força dos nossos sentimentos. Este processo depende unicamente de nós.

É por esta razão que devemos estar sempre atentos aos nossos pensamentos, pois a medida em que cultivamos pensamentos negativos e recheados de limitações (“Não tenho dinheiro”; “Sou um fracasso”; “Não vou conseguir” e etc.), acabamos por criar, de fato, uma realidade negativa que confirme tudo o que pensamos, pois o nosso subconsciente está constantemente trabalhando em cima das informações por nós enviadas e nos conectando com elementos que confirmem os pensamentos negativos. Por exemplo: Quanto mais você pensa e crê que não há dinheiro suficiente até o fim do mês, não é por acaso que ocorram eventos para confirmar a sua escassez monetária, como uma simples lâmpada queimar para que assim você gaste um dinheiro “inesperado e indesejado”. Se seus pensamentos criam tudo o que está ao seu redor, você se torna o único responsável por sua realidade.

O físico Thomas Campbell3)Thomas Campbell – Minha Grande Teoria de Tudo (2003). Disponível em: https://amzn.to/39fJuUm (2003) em seu livro “Minha Grande Teoria de Tudo” afirma que a crença firme em um determinado paradigma acaba nos limitando, evitando novas formas e frequências de pensamentos. Para o físico, este é um grande problema. Ora, quanto mais fixamo-nos em determinadas crenças ou modos de pensar, de fato, menos nos abrimos à novas lógicas pensantes, as quais, podem, inclusive, mudar positivamente nossa a realidade. Se você alimenta por toda a vida que “conquistar o emprego dos sonhos é impossível”, mais afasta esta possibilidade, posto que seu subconsciente está nutrido de crenças limitantes que mais o afasta daquilo que deseja.

Portanto, se gostaria de ter uma vida mais satisfatória e fluida, comece por romper pequenas crenças limitantes que o distanciam de um estilo de vida mais desejado. Dê menos poder ao externo e mais poder ao interno. Sinta. Pense. E invista energia no que realmente deseja. Ouça e selecione os seus pensamentos. Como é a sua realidade agora e o que pode fazer para mudá-la para melhor? A responsabilidade está em suas mãos e nos pensamentos cultivados por si. A Lei da Atração, é implacável, e é através da sua Consciência e Subconsciência que têm acesso à esta Lei Universal. Altere a suas frequências energéticas. Altere seus pensamentos e se abra para o poder interior do seu Subconsciente, como bem afirma Murphy:

Nas profundezas do seu subconsciente, à espera de se expandir e de se expressar, há uma sabedoria infinita, há um poder infinito, há um estoque ilimitado de tudo o que é necessário para uma vida perfeita. Comece agora a descobrir essas potencialidades das profundezas da sua mente e elas tomarão forma no mundo exterior. A infinita inteligência que existe no seu subconsciente.

Referências   [ + ]

1. Neville Goddard – O Sentimento é o Segredo (2016). Disponível em: https://amzn.to/3dpomOx
2. Joseph Murphy – O Poder do Subconsciente (1963). Disponível em: https://amzn.to/2Ue5Cdj
3. Thomas Campbell – Minha Grande Teoria de Tudo (2003). Disponível em: https://amzn.to/39fJuUm

Sobre o autor | Website

Licenciada em Psicologia, Mestre em Psiquiatria Social e Cultural e atualmente Doutoranda em Estudos Feministas pela Universidade de Coimbra. Sou apaixonada desde os 16 anos pelos mistérios quânticos da Lei da Atração, a qual conheci através do Livro e Documentário “O Segredo” de Rhonda Byrne. A partir deste momento, estudei Joseph Murphy e sua teoria sobre O Poder do Subconsciente e percebi que compreender a interação entre o Universo e nós me fazia sentir uma paixão profunda, de modo que há um ano retornei intensamente aos estudos da Física Quântica e da Espiritualidade. Mergulhei em novas e instigantes leituras, as quais me fizeram perceber que o poder está em nós e que somos cocriadores da nossa realidade a todo o tempo, pois estamos em um emaranhado quântico.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!